Cultura e lazer para dias de chuva

Apesar dos parcos raios de sol que hoje decidiram aparecer, a verdade é que a chuva não dá tréguas para que se aproveite o dia entre piqueniques, passeios de bicicleta, esplanadas e outros planos que têm de ser adiados. No entanto, não se deixe ficar em casa e aproveite para conhecer espaços de lazer e cultura que lhe oferecem experiências para um dia inteiro.

Em Lisboa e no Porto, fuja da chuva e encontre quatro centros de actividades, dois em cada cidade, que disponibilizam história, café, compras, filmes e exposições num único local.

LISBOA

x Pensão Amor

A velha pensão do Cais do Sodré serviu o século XX como palco de histórias entre marinheiros e prostitutas. Um século volvido é alvo de reabilitação e ganha nova dinâmica como um edifício que alberga artistas, lojas e cafés/bares preservando o que foi o seu começo. Um espaço de excelência que conjuga uma pequena cidade vertical.

Faça a sua entrada pela Rua do Alecrim. Bem-vindo ao Bar da Velha Senhora. A temática do burlesco, inspiração bebida na história do edifício, inunda os 80m2 com um ambiente luxuriante, onde não faltam tons de vermelho, muito veludo e a jovem Imaculada. Neste ambiente poderá desfrutar das atracções culturais – cantautores, artistas de sapateado, música francesa, espectáculos de burlesco – ou da gastronomia, com petiscos e pratos tipicamente portugueses cujos nomes são, no mínimo, curiosos. Acompanhe os “Pipis” e as “punhetas de bacalhau” (com preços entre os 2,50€ e os 7€) com um bom vinho nacional.

Prefere entrar pela Rua Nova do Carvalho? Faça as honras da casa e instale-se no Povo. A tasca/bar recupera a trilogia nacional das tascas, petiscos e conversas numa intervenção que oferece um espaço sóbrio e de mobiliário tradicional. Há pão e vinho sobre a mesa mas também moelas, ovos verdes, salada de polvo e pataniscas, entre mais pratinhos no menu, que varia entre os 3,90€ e os 8,90€. Acompanhe a boa gastronomia com actuações de artistas e tertúlias programadas.

Suba aos pisos superiores por entre marinheiros tatuados, coristas em poses provocantes e mensagens sugestivas. Ilustrações da responsabilidade de Mário Belém.

Curioso por livros eróticos? Encontre-os no quarto 106, da responsabilidade da Ler Devagar com Amor. Por entre livros oriundos de alfarrabistas, de fornecedores da Ler Devagar (no LX Factory) e outros de colecção (só para exposição) há o ideal para si.

Talvez fazer um exercício sensual? O Mey Pole Dance Studio, nos quartos 202 e 203, é dedicado à arte do Pole Dance com as variantes de Fitness, Artístico e Pole Sensual.

Se o exercício ou a leitura não forem do seu agrado mas gostar de fazer compras, sugerimos que visite a Purple Rose, no quarto 104, dedicado à lingerie num ambiente de luxo provocador, o atelier de Armando Gabriel, no quarto 306, para se deixar seduzir por espartilhos ou o Artwear, quarto 301, onde as peças de vestuário são construídas utilizando materiais típicos de diferentes países misturado com malhas.

Se depois de compras sentir que precisa de descansar ou, se simplesmente, quiser relaxar, não hesite e entre no quarto 313. A Serharmonia é um Spa que possui terapias holísticas, medicina tradicional chinesa, massagens, pedras quentes, Shiatsu, Tui-na, terapia floral, terapia Miofascial e Reiki.

Pensão Amor
Rua do Alecrim nº 19, 1200-292 Lisboa


imagens via Dinheiro Vivo, Tarzan Urbano e Make Bafônica

x Cinemateca Portuguesa

Manuel Félix Ribeiro lançou, no inicio dos anos 50, o que seria uma das pedras pioneiras das cinematecas europeias. A Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema é o local por excelência para amantes da sétima arte, dos 8 aos 80, com um vasto espólio de artigos, máquinas e filmes que se renova com as variadas actividades que se desenvolvem todos os dias.

Enquanto o céu mostra todas as cores e força de um dia de inverno, fica o mood perfeito para uma sessão de cinema. Veja filmes que estrearam em 1974, produzidos por cooperativas ou que não foram apresentados à censura e que são da autoria de Buñuel, Jesus Franco, Wilder ou Bresson; descubra raridades do cinema polaco; explore o Festival Indie; vá a matinés onde brilham filmes de Bergman, Truffaut, Peckinpah, um spaghetti Leone, Almodóvar, De Palma, Schrader, Kasdan e uma biografia sobre Hitler; nas rubricas participe na exibição de clássicos oriundos de França, URSS, Estados Unidos e Suécia bem como outras escolhas de convidados.

A curiosidade por saber mais sobre cinema é muita? Recomendamos que conheça a Biblioteca e o Arquivo Fotográfico. Poderá consultar o acervo, sob marcação prévia de 48 horas, usufruir da Sala de Consulta para consulta de documentos biblio-iconográficos em formato digital, desfrutar da Sala de leitura geral destinado à consulta de obras bibliográficas em acervo ou a Sala de leitura reservada para a consulta de materiais em que o uso de luvas é obrigatório. Caso queira levar uma recordação poderá obter cópias digitais ou analógicas dos documentos iconográficos em acervo.

Quer continuar a ler? Siga para a Livraria Babel Cinemateca que dispõe de uma vasta selecção de livros, DVD e revistas ligadas à arte e actividade cinematográficas.

Se for uma pessoa mais visual poderá visitar a Exposição Temporária “Foco no Arquivo”, sobre expõem as colecções de equipamentos e objectos de cinema e pré-cinema, materiais videográficos, documentos bibliográficos e iconográficos, ou as Exposições Permanentes de onde destacamos a Exposição Interactiva de Pré-Cinema, para os mais pequenos.

Preço dos bilhetes: 3,20 Euros • Horário da bilheteira: de Segunda a Sábado, 14:30 – 15:30 e 18:00 – 22:00

Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema
Rua Barata Salgueiro, 39, 1269-059 Lisboa Lisboa, Portugal


imagens via Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema

PORTO

x Casa Aberta

Não tenha medo de passar a soleira da porta, afinal a casa convida à entrada. No coração da Foz Velha fica a Casa Aberta, um espaço de carácter rústico e acolhedor. A loja, propriedade de Diogo Baldaque, possui um ambiente étnico e oferece o ponto de encontro ideal entre a boa conversa, a comida que abraça o estômago, uma leitura descansada e presentes originais.

Que os estômagos mais ávidos de alimento não se façam rogados e entrem directamente na cantina. Neste local servem-se pequenos almoços e almoços ligeiros, como a sopa do dia, quiches, saladas e sanduíches, a par de tábuas de queijo, enchidos e vinho a copo. Se já for pela hora do lanche peça chá e scones. A intenção é apenas social? Venha à Happy Hour e “Pague um, leve dois” nas caipirinhas.

Se quiser um local para ler um livro, uma revista ou o jornal, puxe a cadeira que está no sítio certo.

Procura presentes originais? Na loja encontra uma vasta panóplia de artigos retro a preços acessíveis. Há uma linha própria, artesanato urbano dos quatro cantos do mundo, artigos tipicamente portugueses, produtos de artistas nacionais, quadros feitos por Diogo e Anabela Baldaque, mãe e criadora de moda, e pins personalizados. A cadeira onde se sentou na cantina era confortável e bonita? Quem lhe dera levá-la para casa? Não se faça tímido e compre. Tudo está à venda.

Para breve estão na calha workshops e leitura de contos infantis aos sábados de manhã.

Casa Aberta
Rua Padre Luís Cabral, 1080, Porto
Segunda- -feira, 14h00 às 19h00; terça-feira a sábado, 10h00 às 20h00
Encerra ao domingo


imagens via página Casa Aberta no Facebook

x Serralves

Entidade maior da região norte, o Museu de Serralves é um centro polivalente de arte, cultura e lazer. O projecto do arquitecto Álvaro Siza teve inicio em 1991 e honras de abertura em 1999. O espaço museológico promove uma ligação íntima entre a arquitectura e a natureza envolvente.

Comece por visitar a Casa de Serralves, uma viagem ao passado através de um exemplo da arquitectura Art Déco dos anos 30, do século XX, com contribuições de Marques da Silva, Charles Siclis, Jacques Émile Ruhlmann, René Lalique e Edgar Brandt.

Regresse ao presente e descubra o Museu de Serralves. Uma alargada oferta cultural encontra-se à espera de ser visitada: Música, Dança, Performance, Cinema no Ciclo “O Sabor do Cinema” que explora a relação entre cinema e literatura e Exposições quer in como outdoor.

Entre uma actividade cultural e outro há lugar para colmatar a falta de energia com snacks salgados, bolos tradicionais e sandwiches no Bar Auditório. Se a fome for maior e mais exigente vá até ao Restaurante que oferece um buffet, livre, executivo e de sobremesas, um Menu Famílias e um Menu Criança. Se o desejo é de petiscar descubra a Casa de Chá de Serralves com menus renovados para as diferentes horas do dia e onde encontra uma loja gourmet de chás, petiscos, vinhos e compotas caseiras.

Preparado para produzir batatas em altura? É o tema do Workshop de Abril. A cada mês renovam-se cursos e workshops.

Se não quiser participar na actividade agrícola, a Biblioteca é o depositário do espólio cultural e uma área de grande interesse a ser explorada. São 13 anos que resultam em 35.000 títulos que se distribuem pelas áreas de Arte contemporânea, arquitectura paisagista/natureza/jardins, livros de artistas e publicações, colecções documentais integrando o Arquivo Fotográfico e o de Material Gráfico. Vocacionada para receber artistas, investigadores, críticos de arte, estudantes e arquitectos está aberta ao público em geral através de inscrição no site.

No final da visita a Serralves leve uma recordação da loja que aposta na criatividade e inovação dos artigos. Acessórios de moda, joalheria, eco-design, design de moda, mobiliário e iluminação ganham espaço enquanto as peças de autor e edições de artistas desenvolvidas para a Serralves ganham destaque.

Serralves
Rua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto


imagens via Serralves

Advertisements
1 comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: